09Apr 2014

Eu voltei

Postado por às em Notícias

7115_505593746172961_1625843567_n

Já faz muito tempo que penso em voltar com o Critiquinha, mas sempre vem uma desculpa logo em seguida: O layout não está legal, estou sem tempo ou não vou conseguir manter, são algumas das mais clássicas. Até que recentemente tive uma mudança na minha vida que me fez repensar em vários aspectos. Me fiz perguntas como: O que eu tenho? O que eu gosto de fazer? O que eu posso fazer? Aonde quero chegar? Como pretendo chegar? E, ao respondê-las, me vi sendo tola.

Curso jornalismo na faculdade, tenho um site aonde posso treinar a minha escrita e falar de uma das coisas que mais gosto: livros. Posso falar sobre séries, filmes e até mesmo sobre a minha vida, sobre o que eu quiser. Quem acompanhava o Critiquinha sempre apoiou e incentivou qualquer uma das postagens já feitas, até mesmo as mais chatas. Estive desperdiçando este site que comecei há anos por pura bobagem, pessimismo ou preguiça.

Diante a minha análise, reparei que devo muito ao Critiquinha. Graças a ele, conheci ótimas pessoas, livros maravilhosos e trabalhos/blogs sensacionais. Ele não me trouxe nada de ruim, pelo contrário, somente coisas boas. Então, por que largar? Por que deixar pra lá?

Com isso, venho informar que eu voltei. Mesmo o layout me desagradando ou mesmo a minha vida estando corrida, eu voltei.

Um beijo e boa quarta para todos!

 

30Apr 2013

Quote da Semana

Postado por às em Quotes

As pessoas têm cicatrizes. Em todo tipo de lugares inesperados. Como mapas secretos de suas histórias pessoais. Diagramas de todas as suas feridas. A maioria de nossas feridas se curam, não deixando nada além de uma cicatriz. Mas algumas delas não se curam. Algumas feridas nós carregamos conosco para todo lugar e apesar do corte já ter se fechado há muito tempo, a dor ainda permanece.
O que é pior, novas feridas que são terrivelmente dolorosas ou velhas feridas que deveriam ter se curado anos atrás mas nunca o fizeram? Talvez nossas antigas feridas nos ensinem algo. Elas nos lembram de onde estivemos e o que superamos. Elas nos ensinam lições sobre o que evitar no futuro. Isso é o que nós gostamos de pensar. Mas não é assim que as coisas são, não é? Algumas coisas nós simplesmente temos que aprender de novo e de novo e de novo mais uma vez.

Grey’s Anatomy

26Apr 2013

Vida engraçada

Postado por às em Pensamentos

sheldon

Não penso em título melhor que este para o que tenho a escrever. Nós sofremos tanto por determinadas coisas, passamos a vida pensando no que deveria ser feito ou dito e não agimos de fato. Passamos mais tempo a lembrar do passado do que colhendo frutos para o futuro. Nos “matamos” hoje. Gritamos, choramos, sentimos tanta dor para nos posteriores dias acabarmos rindo de toda essa babaquice. Como diria Cazuza: estou cansado de tanta babaquice, tanta caretice, desta eterna falta do que falar.

Sofremos dessa eterna falta do que falar hoje e acabamos por deixar para depois. Acabamos mentindo por medo de falar a verdade. Escondemos sentimentos e pensamentos para não machucar um outro alguém. No final, somos marionetes da nossa própria vida.

Caímos no conformismo, ficamos preguiçosos e cansados até mesmo para correr atrás do que queremos. Isso quando sabemos o que queremos. Somos uns verdadeiros covardes e mentirosos. Nos matando por dentro e sorrindo por fora. Eu cansei e não aceito um final infeliz.

Com amor,
Nataly Nunes Pinto