Uma senhora no ônibus

Eis que entro num ônibus para ir pra casa, sento perto da janela e fico olhando pra rua quando entra uma senhora com a filha. Como o ônibus estava relativamente cheio, a senhora sentou ao meu lado e a filha dela no banco atrás.

Você está cansada depois de um dia de trabalho, doida pra chegar em casa, tomar um banho e descansar, mas a mulher resolve puxar assunto.

– Você faz academia?
Respondo que não. Ela não satisfeita, fala:

– Mas você nem precisa também, né, está tão magri… (me olha de cima a baixo) É, não está tão magrinha assim. Por que não faz?
Já me irritando com a inconveniência e sem vontade de render assunto respondo que não tenho tempo e volto a olhar para rua, esperando que ela perceba que não estou a fim, mas ela continua:

– Não tem tempo? O que você faz pra não ter tempo?
Nessa hora eu já estava querendo jogá-la pela janela. Não me entendam mal, sou simpática e converso com as pessoas onde for, mas ela estava passando dos limites. Falei que trabalho, faço faculdade e auto escola, expliquei que assim é difícil conseguir encaixar algo mais na minha rotina e me poupei de explicar que ainda tenho casa pra arrumar, roupa pra lavar, trabalhos pra fazer, namorado, entre outras coisas que ela não precisava saber e que eu definitivamente não queria falar. Não satisfeita, ela diz:

– Tem uma conhecida minha que acorda mais cedo pra malhar, vai antes do trabalho.
Sorrio e começo a pensar em descer num ponto qualquer e pegar outro ônibus.
Não contente com o meu silêncio, insiste:
– Já viu minha filha? Olha pra trás.
Eu olho, que outro jeito eu tinha?
– Viu? Ela é magrinha! Tem que ver minha outra filha, parece a Barbie!
Sorrio novamente, agora desesperada sem saber se desço do ônibus ou se a jogo pela janela e, acreditem, ela continua:
– Não tem nem uma esteira em casa?
Digo que não me perguntando que mal eu fiz pra merecer aquilo. Aquela mulher não tinha limites. E ela diz:
– Eu estou gordinha, mas já tenho 50 anos e três filhas. Você não tem desculpa.
Ela olha pra trás e pergunta a filha se era no próximo que iriam descer. A menina responde que sim. Ela se levanta pra ir embora e insiste:
– Mas não deixa de fazer academia não, hein!
Com vontade de mandá-la sumir da minha frente, sorrio de novo e dou tchau educadamente.

Ah, como eu gostaria que fosse apenas ficção.

Como não amar o mês de abril?

Organizando Abril

Primeiro de abril. Primeiro dia de um mês repleto de amor! Tirando as provas da AV1, claro. Não tem nada de amor em provas, nadinha.
Bom, como em todo início de mês, organizo minhas pendências, destaco as prioridades e voilà… mãos a obra! Mas vamos combinar que não só de responsabilidades vive o ser humano, então prefiro falar das coisas maravilhosas que vêm por aí. ♥_♥

Neste mês nós teremos:

Três feriados
Dias: 03/04, 21/04 e 23/04
Estou precisando relaxar. Amo minha rotina, mas ela é corrida e cansativa, então nada como 3 feriados para descansar, colocar a leitura em dia, assistir séries e descansar novamente, porque se tem uma coisa que eu gosto de fazer é dormir!

Velozes e Furiosos 7
A estreia é amanhã, mas não sei quando vou assistir. Amanhã até vou ao shopping, mas como a Páscoa está chegando aí vou é comprar chocolate.
Confesso estar curiosa quanto ao filme. Quero saber o que fizeram com o Paul Walker. Não li a respeito em nenhum site, não procurei saber, mas já consigo me imaginar chorando litros no cinema. haha

Game of Thrones
12 de abril, CHEGA LOGO, meu querido! mas não vem com provas, não

12-04

Os Vingadores
Tão aguardado! Tão demorado!
A estreia é no dia 23 de abril.

os-vingadores-2-a-era-ultron

Repararam que nesses dois últimos eu fiquei sem palavras? Pois é. A expectativa é tão grande que fico sem saber o que dizer ou por onde começar, então deixa estar que o que for pra ser vigora, já diria Maria Gadu.

Então é isso, este é o meu tão aguardado abril. Conforme falei no título do texto: Tem como não amar? Viu? Não tem!
Se alguma coisa ruim acontecer eu venho aqui reclamar. Deixa meu abril ser feliz! E juro que se a Dilma aumentar mais uma vez a conta de luz dou uns tapas nela!

Um ótimo abril pra gente! :)

Diário de Leitura #1

O que estou lendo

Esta é uma categoria nova no blog que resolvi criar para controlar melhor minhas leituras e ver meu desempenho. Eu anotava sempre num caderno, dia a dia, mas achei melhor criar um post semanal por aqui. Vou postar o que estou lendo ou o que acabei de ler e algumas vezes criar metas como incentivo.

Minhas leituras atuais:

Sandman: Página 79 – Sonhe um breve sonho comigo
Somente dois comentários: Ansiosa para o encontro de Morpheus com John Constantine e, mais ainda, para conhecer sua irmã mais nova, a Morte.

Fábulas: Revista número 51
No fim do incrível “capítulo 50″ teve apenas um agradecimento aos leitores, então não faço ideia do que vem a seguir. Só posso dizer que Fábulas não me decepcionou em nenhum momento até agora.

Olhos de Cão Azul
É um livro que reúne onze contos escritos pelo genial Gabriel García Márquez. Comecei a ler na auto escola um dia desses, mas li pouquíssimas páginas. Então pretendo recomeçar essa semana. Ler desde o início e talvez até terminar logo, já que é um livro curto.

Os Miseráveis: Página 76
Comecei a ler no mês passado, mas logo parei. Apesar de estar adorando, Os Miseráveis é um livro imenso, ou seja, ruim de carregar na bolsa; e que requer muito da minha atenção, então não consigo ler ele e outro livro junto, mas abril vai ser o mês dele. Pretendo me dedicar a leitura.

Trechos de Livros #1

“Não tenhamos receio de ladrões e de assassinos. São muito pequenos os perigos exteriores. Devemos ter receio é de nós próprios! Os preconceitos e os vícios é que são os verdadeiros ladrões e os verdadeiros assassinos! Os maiores perigos são os que se acham dentro de nós mesmos. Que importa que a nossa cabeça ou a nossa bolsa esteja ameaçada? Não devemos temer senão o que nos ameaça a alma!”

Os Miseráveis – Victor Hugo